Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \28\UTC 2011

Mais uma oficina do evento:

GESTÃO DE FARMÁCIA HOSPITALAR

Gestão de custos, qualidade, pessoal, conhecimento, farmácias satélite, dose unitária, automação, farmácia clínica, oncologia, auditoria farmacêutica, assistência farmacêutica no SUS.

Fique atento, em breve novas informações e inscrições!

 

Anúncios

Read Full Post »

Confira uma das oficinas programadas:

PLANTAS MEDICINAIS: UM OLHAR PARA O CONTROLE DE QUALIDADE DE MATÉRIA-PRIMA VEGETAL

Breve histórico sobre plantas medicinais; controle de qualidade de matéria-prima vegetal: aspectos macroscópicos e microscópicos; monografias de plantas da Farmacopéia Brasileira. Haverá atividade prática em laboratório.

Read Full Post »

R. D. M. 10 anos de idade, sexo masculino, católico, natural de Bom Jesus, nível de escolaridade ensino fundamental, com antecedentes patológicos na família de cardiopatia, acompanhado de sua genitora. Ao exame físico: couro cabeludo integro e limpo, face simétrica, escleras anictéricas, mucosas oftálmicas normocoradas, pavilhão auricular integro e limpo, cavidade nasal sem desvio de septo aparente, cavidade oral integra, região cervical sem nódulos palpáveis, tórax simétrico com expansibilidade preservada, murmúrios vesiculares presentes, ausculta cardíaca: bulhas cardíacas normofonéticas em 2 tempos, abdome plano indolor a palpação, genitália não inspecionada, extremidades aquecidas e perfundidas, pele com turgor e elasticidade mantida, membros inferiores e superiores sem alteração, força motora e tônus muscular preservados, diurese presente e dejeções ausentes a 5 dias (SIC).

O paciente deu entrada na unidade, provindo do município de Bom Jesus em ambulância, com queixa principal de dor abdominal e Hiperglicemia, onde teve o diagnóstico médico de diabetes tipo I após exames laboratoriais, o mesmo passou a fazer controle glicêmico antes das refeições e utilizando quando necessária insulina regular e NPH, a genitora passou a ser orientada quanto à manipulação do glicosímetro e administração de insulina conforme prescrição médica. Para cessar com a dor abdominal devido a constipação foi utilizado 1 colher de óleo mineral via oral uma vez ao dia, onde seguiu aos cuidados de enfermagem.

Prescrição Médica:
Dieta DM;
SF 0,9 % 300 ml, EV 8/8 hs;
Dipirona 1,5 ml, EV 6/6 SOS;
Plasil 1 ml, 8/8 SOS;
Insula NPH – Aplicar 11U antes do café da manhã e 5U antes do jantar;
HGT antes do café da manhã, do lanche da manhã, do almoço, do lanche da tarde e do jantar;
Insulina regular SC conforme esquema (Mais de 80 a 250 – 2U; de 251 a 300 – 4U e de 301 a 350 – 6U);
Sinais vitais 6/6 hs;
Em casos de sintomas de hipoglicemia fazer HGT;
Se Glicemia menor que 50, dar 10g de açúcar diluído em um pouco de liquido. Se houver redução de nível de consciência, chamar plantonista e não oferecer líquido V.O;
Treinar a mãe para fazer HGT e aplicação de insulina;
Óleo mineral – 1 colher de sopa 3 vezes ao dia V.O;

Exames Laboratoriais e Imagem
Paciente: R. D. M
Idade: 10 anos
Sexo: Masculino
HEMOGRAMA
Eritrograma

Valores obtidos Valores normais
Hemácia 4,0 milhões/mm3 4,6 a 4,8 milhões/mm3
Hemoglobina 12,0 g/dl 12,0 – 16,0 g/dl
Hematócrito 36,3% 35,0 – 45,0 %
V.G.M 90,8 mm3 80,0 – 100,0 mm3
H.G.M 30 % 25,0 – 35,0 %
C.H.G. M 33,1 g/dl 31,0 – 36,0 g/dl

Leucograma

Valores obtidos Valores normais
Segmentados 39% 1500 – 7000/ul
Eosinófilos 9% 35 – 500/ul
Linfócitos Típicos 44% 800 – 4000/ul
Monócitos 8% 100 – 1000/ul

Plaquetas
Valores obtidos Valores normais
Plaquetas 32,5000 mil/ mm3 150 – 500 mil/mm3

Exames de eletrólitos

Valores obtidos Valores normais
Glicose (Plasma) 238 mg/dl 60 – 99 mg/dl
Cloro sérica 141 mg/dl 135 – 148 mg/dl
Sódio sérico 141 mmol 135 – 145 mmol
Potássio sérico 4,5 mg/dl 3,5 – 5,0 mg/dl
Magnésio 2,1 mg/dl 1,6 –a 2,4 mg/dl
Fosfatase Alcalina 348 U/L Até 15 anos 75 á 300 U/L
TGO 21 U/L 38 U/L
TGP 8 U/L 50 U/L
Bilirrubina Total 0,40 mg/dl Até 1,2 mg/dl
Bilirrubina Direta 0,16 mg/dl Até 0,4 mg/dl
Bilirrubina Indireta 0,23 mg/dl Até 0,8 mg/dl
Alimase 60 U/L < 90 U/L
Proteína C Reativa Sérico < 6 mg/dl

Sumário de Urina

Valores obtidos Valores normais
Volume 30 ml 20 á 50 ml
Cor Amarelo citrino Amarelo citrino
Aspecto Límpido Límpido
pH 5,0 5,5 á 7,0
Densidade 1025 1015 á 1030
Urobilinogenio Ausentes Ausentes
Proteínas Ausentes Ausentes
Corpos cetonicos +++ Ausentes
Bilirrubina Ausentes Ausentes
Hemácias Ausentes Ausentes
Nitrito Ausentes Ausentes
Glicose 343 mg/dl + 60 – 99 mg/dl

EXAMES DE IMAGEM
Ultrassonografia de Abdome Total

Análise:
• Fígado com forma, contornos e demissões normais eco textura homogênea. Sistema porta e veias hepáticas com arquitetura preservada.
• Ausência de dilatação das vias biliares intra ou extra-hepáticas.
• Vesícula biliar em topografia habitual, distendida com conteúdo anecóide habitual de paredes lisas e finas, sem evidencias de cálculos no seu interior.
• Pâncreas com contornos regulares, ecogenicidade habitual e dimensões normais.
• Baço com dimensões normais, contornos regulares e ecogenicidade homogênea.
• Rins tópicos, com formas normais, dimensões habituais, relação córtex-medular preservada, sem evidencias de cálculos no seu interior.
• Exame ecográfico sem alterações.

Adaptado de ARAUJO ET al. Estudo de Caso Sobre Diabetes Mellitus Tipo I. Barreiras-Bahia: Faculdade São Francisco de Barreiras, 2010.

Read Full Post »

A lista de casos abaixo representa problemas relacionados a medicamentos. Classifique-os de acordo com o Consenso de Granada, de acordo com a Necessidade (1 ou 2), Eficácia (3 ou 4) e Segurança (5 ou 6), justificando a classificação.

  1. José toma 80 mg de sinvastatina por dia para hiperlipiemia e seu colesterol permanece elevado. Uma contagem dos comprimidos sugere que ele toma o medicamento de acordo com a prescrição mas a sinvastatina é ineficaz.
  2. Mariana (47 anos) começou a tomar zolpidem 5mg na hora de dormir conforme necessário. Ela acorda de manhã muito zonza para dirigir ao trabalho de forma segura.
  3. Tadeu tem depressão muito profunda não diagnosticada. Ele teria as condições apropriadas para receber a terapia medicamentosa se fosse diagnosticado.
  4. Luis não tem plano de saúde que cubra os gastos com seu levodopa/carbidopa e entacapone para doença de Parkinson, então, como não pode comprá-lo sempre, ele toma seus medicamentos esporadicamente para que durem mais tempo.
  5. Ruth está grávida de 6 semanas e apresenta uma prescrição nova para atorvastatina 20mg diariamente, escrita pelo cardiologista que ela visitou pela primeira vez.
  6. Rui foi hospitalizado com dano renal e hepático moderado e está para começar nutrição parenteral total (NPT). O farmacêutico calcula que a necessidade de proteína do paciente é de 60g por dia. A ordem da prescrição durante o dia 1 de NTP instrui o setor de terapia intravenosa da farmácia a preparar uma bolsa 24h com 60g de aminoácidos.
  7. Antônio tem mal de Parkinson com tremores que tornam quase impossível aplicar colírios para o glaucoma.
  8. Daniel tem 8 anos e tem asma crônica persistente, sendo tratado com nebulizador de albuterol uma vez ao dia.
  9. Sílvio é obeso com pressão sanguínea controlada por felodipino e começou uma dieta com suco de grapefruit.
  10. Maurício viaja para trabalhar e mantém sua insulina no porta-luvas do carro.
  11. Tereza está com dores de cabeça de enxaqueca apresentando nova prescrição para zolmitriptan do médico de família e spray nasal de sumatriptano de seu neurologista
  12. Márcia tem arritmia cardíaca estabilizada com amiodarona e apresenta uma nova prescrição de sulfato de quinidina.
  13. Sebastião pede um novo inalador de albuterol a cada duas a três semanas. O farmacêutico determina que a técnica de inalação dele é adequada mas o paciente reclama de falta de ar.
  14. Um farmacêutico oferece um programa de avaliação sobre osteoporose. Maria tem “t-score” de -2,9, sugerindo que ela possa ter osteoporose e possa requerer terapia medicamentosa adicional.
  15. A farmacêutica Francisca recebe uma receita do Dr. Waltmann para rosuvastatina, a única estatina que ele prescreve. Ela sabe que não é a estatina mais segura e nem é esse o medicamento de escolha para a maioria dos pacientes.
  16. A farmacêutica Letícia recebe uma nova prescrição do Dr. Garcia de cotrimoxazol para um paciente que toma fenitoína para epilepsia.
  17. Um paciente com dores de cabeça de enxaqueca recebeu uma receita médica de acetaminofeno com codeína 30mg, mas ainda está com muita dor
  18. Um paciente de 78 anos apresentou nova prescrição de digoxina 0,25mg via oral uma vez ao dia por 30 dias, e descansando, seu batimento cardíaco é de 66.
  19. Um paciente não pode arcar com o custo de sua receita de infliximabe para doença de Crohn grave.
  20. Um paciente com asma crônica persistente é tratada somente com inalador de albuterol, usada conforme a necessidade.

Read Full Post »