Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \09\-03:00 2011

USO DE RADIAÇÕES UV EM ALIMENTOS

Durante o período de colheita de frutos, hortaliças ou cereais geralmente ocorre uma oferta do produto acima da capacidade de consumo do mercado. Em decorrência disso, a indústria de alimentos utiliza tecnologias de armazenamento, em especial, para manutenção da qualidade dos frutos que permite a programação das vendas para mercado interno e para exportação. A legislação brasileira coloca grande restrição ao uso de fungicidas após a colheita, pois resíduos destes podem oferecer risco de intoxicação ao consumidor. Um tratamento alternativo para controle de podridão sobre o fruto é a irradiação com luz ultravioleta do tipo C (UV-C). Com este tratamento, além do controle, ocorre adicionalmente o estímulo do metabolismo secundário da uva que desencadeia na produção de substâncias químicas de defesa que também são benéficas à saúde humana.

Read Full Post »

VI Jornada de farmácia

UTILIZAÇÃO DA ESPECTROMETRIA NO INFRAVERMELHO PARA O CONTROLE DE QUALIDADE DE MEDICAMENTOS

O infravermelho tem sido cada vez mais utilizado pela indústria farmacêutica, pois permite o controle de qualidade de medicamentos durante o processo – Process Analytical Technology. Várias indústrias tem substituído a cromatografia líquido de alta eficiência (HPLC) pela espectrometria no infravermelho. Para tanto são utilizados diferentes acessórios que permitem o controle dos medicamentos nas diversas formas em que ele se encontram. As técnicas com infravermelho são, geralmente, rápidas e dispensam a utilizam excessiva de reagentes e solventes que são requeridos pelas metodologias clássicas (HPLC, por exemplo). Assim, na oficina serão abordados  os seguintes tópicos:

1) Teoria da absorção de luz no infravermelho;

2) Instrumentação utilizada na espectrometria de infravermelho;

3) Técnicas de reflexão;

4) Utilização do infravermelho no controle de qualidade de medicamentos;

5) PAT : Process Analytical Technology com infravermelho;

6) Utilização de ferramentas quimiométricas combinadas a espectrometria no infravermelho para o controle de qualidade de medicamentos.

Read Full Post »


ESTUDOS DE CASOS E ACOMPANHAMENTO FARMACOTERAPÊUTICO

Abordagens práticas das metodologias de atenção farmacêutica através da avaliação de estudos de caso. Anamnese farmacêutica: pontos importantes a serem abordadas e metodologias. Avaliação farmacêutica. Intervenção. Acompanhamento farmacoterapêutico com vistas à melhoria da qualidade de vida do paciente.

 

Read Full Post »

GESTÃO DE LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

Sistemas de gestão: conceitos e documentos, ações corretivas e preventivas, reclamação de clientes, erros prováveis em laboratórios. Legislação específica. Exercícios.

Read Full Post »

MANIPULAÇÃO DE QUIMIOTERÁPICOS

Aspectos farmacológicos de agentes antineoplásicos; legislação, estrutura e preparo da quimioterapia, simulação prática dos cuidados e maneiras para manipular estes medicamentos.

Read Full Post »

 Espermograma

Importância do teste, análise do paciente, coleta do espécime clínico, exames macroscópico e microscópico, avaliação da vitalidade, índices de vitalidade e interpretação.

Read Full Post »

SERVIÇOS FARMACÊUTICOS E ATENDIMENTO AO CLIENTE

Estudo sobre a  prestação de Serviços Farmacêuticos nas farmácias e drogarias de acordo com a RDC 44. Noções sobre legislação e  discussão da prática profissional e a prestação de serviços com o objetivo de resultados que contribuam para a melhoria da saúde e qualidade de vida do cliente.

Read Full Post »

Os seguintes produtos serão desenvolvidos e disponibilizados com “amostra”, aos participantes da oficina: Óleo bifásico, óleo trifásico, sabonetes decorados, espuma de banho, creme gel, sais de banho, sais de banho espumante, aromatizadores de ambiente (varetas e spray), saches, creme esfoliante. Noções gerais de embalagem e ornamentação.

Read Full Post »

COLETA DE AMOSTRAS, TIPAGEM SANGUÍNEA E APLICAÇÃO DE INJETÁVEIS

O curso tem como objetivo estudar os elementos teóricos e práticos envolvidos no processo de coleta de sangue venoso, abordando a importância de se realizar todas as fases deste procedimento pré-analítico de forma adequada. Os principais assuntos abordados serão: atendimento ao paciente, locais de escolha para a punção venosa, procedimentos para antissepsia do local da punção, higienização das mãos, venopunção com seringa e sistema a vácuo, homogeneização dos tubos, seqüência de coleta, procedimentos para hemocultura e gasometria, cuidados pós-coleta.

Partes da seringa e agulha e descarte de resíduos; introdução à via parenteral; preparo de medicamentos; formas de apresentação dos medicamentos injetáveis; embalagem e estabilidade dos medicamentos injetáveis; técnicas  de aplicação; biosegurança na aplicação dos medicamentos.

Read Full Post »

vi no  jowcartoons

Read Full Post »

« Newer Posts