Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘dia mundial da saúde’

Amanhã é o Dia Mundial da Saúde, data que é comemorada desde 1950 para lembrar a criação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Neste 7 de abril, é bom lembrar que saúde, segundo a constituição da OMS, é definida como um “estado de completo bem-estar físico, mental e social, não consistindo somente da ausência de enfermidade”.

Neste dia, gostaria de lembrar que um tipo de saúde, a saúde mental, vem sendo sistematicamente negligenciado pelos governantes. Nos últimos 20 anos, foram fechados 80 mil leitos no Brasil e não foram substituídos por nenhum outro modelo de atendimento eficaz. A intenção desta nova política de saúde mental seria abrir leitos psiquiátricos em hospitais gerais. Neste período, abriram-se somente 2,6 mil desses leitos. Onde foi atendido o restante dos pacientes, levando em conta, ainda, o aumento da população nessas duas décadas?

A expectativa da atual política de saúde mental é de que os centros de atendimento psicossocial, os chamados Caps, pudessem dar este atendimento em nível ambulatorial. Ocorre que nestes casos a internação é fundamental, basta olharmos o número de pacientes mentais que se encontram abandonados nas ruas, como mendigos, nos presídios e nas casas daqueles que não podem pagar um tratamento particular. Recentemente, o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) fez uma campanha publicitária intitulada “Loucura é não ter leitos psiquiátricos”, chamando a atenção para este problema.

Para que esta questão seja enfrentada, é preciso retirar determinados mitos do debate. Um deles é a questão dos manicômios. Não conheço ninguém que seja a favor de manicômios. É necessário que se entenda que o hospital psiquiátrico que se quer é um hospital especializado em psiquiatria, como existem os especializados em cardiologia, otorrino, traumatologia, entre outros.

“Salvar vidas – Hospitais seguros em situações de emergência” é o tema das comemorações do Dia Mundial da Saúde em 2009. Em cada ano, a OMS aproveita a ocasião para fomentar a consciência sobre alguns temas-chave relacionados com a saúde mundial. No meu entender, é um excelente momento para a política de saúde mental no Brasil ser discutida e começar a ser revista.

Germano Bonow

Anúncios

Read Full Post »